Notícias

GT Open: em ano marcado por feito histórico, Hahn fecha a temporada 2018 no terceiro lugar

VOLTAR PARA LISTA COMPLETA


Marcelo Hahn fechou a temporada 2018 da GT Open na terceira colocação do campeonato. Correndo a grande final da competição ao lado de Allam Khodair, neste final de semana, em Barcelona, o piloto brasileiro ainda corria por fora com pequenas chances de brigar pelo título. No entanto, não conseguiu emplacar nenhum pódio no circuito da Catalunha.

“Esperávamos sair da Espanha com bons resultados e, pelo menos, com o vice-campeonato. Mas não conseguimos ter um bom final de semana e nossos principais rivais foram muito bem. Claro que nosso objetivo era o título, mas podemos fazer um ótimo balanço final da temporada, onde tivemos grandes resultados e momentos de superação, união e força, como o do acidente com o Alan Hellmeister Monza”, disse Marcelo Hahn, cujo melhor resultado foi um sexto lugar na prova de domingo.

Ao longo do ano, Hahn conquistou três vitórias. Uma em Estoril, outra em Paul Ricard e, a mais importante delas, em Hungaroring, quando se tornou o primeiro piloto da história da categoria ProAm a vencer também na geral. Além disso, o brasileiro também foi ao pódio em Spa-Francorchamps (segundo colocado) e em Monza (terceiro colocado).

“Fico feliz de ter ajudado meu parceiro Marcelo Hahn a brigar por mais este troféu. Não tenho dúvidas de que ele fez por merecer este título, por todos os resultados e evolução que demonstrou ao longo da temporada. Mas, apesar de não termos sido campeões, tivemos muitos momentos para se comemorar neste ano e isso é o que fica de mais valioso para nós”, completou Allam Khodair.

O título da categoria ProAm Da GT Open ficou com a dupla Valentim Pierburg e Tom Onslow-Cole, que marcaram 78 pontos. A dupla da Mercedes teve o mesmo número de pontos dos segundos colocados, Miguel Ramos e Fabrizio Crestani, mas levaram a melhor por ter mais vitórias: Cinco contra nenhuma da dupla da Lamborghini.

Português Inglês Espanhol Espanhol
+
+