Notícias

Piloto que conta com patrocínio da Blau Farmacêutica foi o único brasileiro do grid na prova que abriu as atividades da F1 no mítico circuito de Monte Carlo

VOLTAR PARA LISTA COMPLETA


Um final de semana de aprendizado e, ao mesmo tempo, a realização de um sonho. Foi desta forma que Christian Hahn definiu sua participação na etapa de Mônaco da Fórmula Renault Eurocup, disputa que abriu as atividades da F1 no tradicional circuito de Monte Carlo. Único brasileiro do grid, o piloto que conta com patrocínio da Blau Farmacêutica se destacou como o mais rápido da equipe inglesa Fortec na primeira prova da rodada dupla, realizando várias ultrapassagens e terminando a disputa na 17a posição após largar em 24o.

“Quando viemos para esta competição, já sabíamos que seria difícil brigar pelas primeiras posições. O objetivo era conseguir escalar o pelotão ao máximo e fazer a melhor corrida possível com o equipamento que tínhamos nas mãos. O traçado é difícil e, como treinamos pouco, conseguir subir tantas posições em uma corrida inédita para mim foi algo que me deixou bastante satisfeito”, disse Hahn. 

Na prova de domingo, o brasileiro não teve a mesma sorte. Como também saiu do fundo do pelotão, a meta era repetir o feito de sábado e buscar o máximo de ultrapassagens. No entanto, Hahn acabou preso após um toque entre dois pilotos que estavam a sua frente e sofreu danos na asa dianteira. Com o carro desequilibrado, o brasileiro perdeu várias posições e cruzou a linha de chegada na base do sacrifício em 24o lugar.

Apesar das dificuldades, Hahn enalteceu a oportunidade de participar da prova: “Foi um dos finais de semana de corrida mais especiais da minha carreira. Já tinha andado em uma prova que abriu a F1 em Interlagos, mas aqui em Mônaco o clima é realmente diferente. A atmosfera da prova, o modo como a cidade se prepara para a corrida... Saio daqui muito feliz pela experiência que eu vivi nesse circuito mítico”.

As vitórias em Monte Carlo ficaram com o australiano Alex Peroni, da MP Motorsport, que venceu a prova do sábado, e com o francês Charles Milesi, que compete pela R-Ace GP, e foi o primeiro a receber a bandeira quadriculada na corrida de domingo.

Christian Hahn agora se prepara para voltar a disputar a Euroformula Open. A próxima etapa do campeonato está marcada para os dias 9 e 10 de junho, em outro circuito mítico da F1: o de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Português Inglês Espanhol Espanhol
+
+